Scroll Top

Sono

Bruxismo: entenda esse distúrbio do sono

Bruxismo é um distúrbio no qual a pessoa costuma apertar ou ranger os dentes. Ele é mais comum como um transtorno do sono. Porém, esse problema pode ocorrer também durante o dia.

 Bruxismo: entenda esse distúrbio do sono

Bruxismo é um distúrbio no qual a pessoa costuma apertar ou ranger os dentes. Ele é mais comum como um transtorno do sono. Porém, esse problema pode ocorrer também durante o dia.

Entenda melhor essa doença e veja suas causas, sintomas, fatores de risco e tratamento.

Bruxismo: causas

Não há um diagnóstico exato sobre as causas do bruxismo. Essa doença pode ocorrer por motivos físicos ou psicológicos. Veja alguns cenários que tendem a levar ao aparecimento do distúrbio:

  • estresse, frustração, ansiedade, raiva ou tensão;
  • outros transtornos noturnos, como a apneia do sono;
  • refluxo do ácido estomacal para o esôfago e para a boca;
  • dores de ouvido ou dor de dente;
  • desalinhamento dos dentes superiores e/ou inferiores;
  • complicação de uma doença, como Parkinson ou Huntington;
  • efeito colateral incomum de certos remédios e antidepressivos.

Bruxismo: sintomas

Os sintomas desse transtorno podem afetar crianças ou adultos. Em geral, são bem desconfortáveis e podem causar principalmente problemas bucais, na mandíbula ou nos ouvidos.  

  • dentes fraturados, lascados, soltos ou achatados;
  • desgaste do esmalte dental;
  • exposição das camadas mais profundas do dente;
  • recuos da língua;
  • sensibilidade dentária;
  • dores semelhante à dor de ouvido;
  • dores na face ou na mandíbula;
  • dores de cabeça.

Em casos mais complicados, o bruxismo pode levar a problemas emocionais, como: nervosismo, ansiedade e depressão. Também pode ser a causa de transtornos alimentares e levar ao aparecimento de insônia crônica.

Bruxismo: fatores de risco

Algumas características de temperamento ou faixa etária podem ser fatores de risco para o transtorno. O principal motivo do bruxismo é o estresse e ansiedade. Esses problemas emocionais fazem com que a pessoa busque um alívio imediato, assim ela começa a apertar os dentes.

O bruxismo também é comum em crianças, que podem considerar o caso como uma brincadeira. Então, ao repetir o ato, ele se torna um hábito inconsciente. Porém, com a vinda da adolescência, é normal que o distúrbio desapareça.  

Outro fator de risco é o tipo de personalidade. Pessoas mais hiperativa, agressivas ou competitivas tendem a apresentar quadros de bruxismo. Com um temperamento mais impaciente, é comum recorrer a uma válvula de escape, como o ranger dos dentes.

Além disso, substâncias estimulantes como: cafeína, álcool e nicotina também podem levar ao problema. O indicado é cortar ou evitar ao máximo o consumo desses itens. Certas drogas também podem causar bruxismo.

Bruxismo: tratamento

O tratamento para bruxismo tem como finalidade a redução das dores causadas pelo problema. Além disso, também é importante para evitar prejuízos aos dentes e reduzir os sintomas desse distúrbio.

É comum que o dentista recomende o uso de uma placa para bruxismo. Ela pode evitar o travamento dos dentes. Há diversos modelos tanto para os dentes inferiores quanto para os superiores. As placas ajudam no alinhamento da mandíbula, de forma que ela permaneça mais relaxada.

Sabendo mais sobre o bruxismo, é possível evitar esse distúrbio do sono. Para aliviar os sintomas busque beber muita água, evitar alimentos duros, fazer alongamentos bucais e tentar reduzir o estresse cotidiano.

Assim, suas noites serão muito mais agradáveis e você pode acabar com a insônia causada por esse problema.

Gostou dos Artigos? Leia esse também  Hipersonia: durmo muito, mas me sinto cansado

Fique Atualizado!

Boa Noite Insônia

Sobre o autor

Saiba mais!

Comentários

0 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: