Scroll Top

Insônia

Como é a vida com insônia?

Olho para o outro lado da cama e ele está vazio. Desde o meu divórcio sinto falta dessa companhia noturna. O relógio já marca 23h40 e os pensamentos de sempre começam a surgir na minha cabeça.

Como é a vida com insônia

Olho para o outro lado da cama e ele está vazio. Desde o meu divórcio sinto falta dessa companhia noturna. O relógio já marca 23h40 e os pensamentos de sempre começam a surgir na minha cabeça.

“Lá vai você de novo passar mais uma noite em claro”; “Por que você não tomou aquele remédio que sua cunhada indicou?”; “Sempre é a mesma coisa. Você não muda”.

Essa é a pior parte. Além de não encontrar o descanso merecido depois de um longo dia, ainda tenho que lidar com minha mente acusadora. É só o começo. Daqui a pouco já aparece a briga com a filha de ontem. Fui ao mercado esta semana, mas será que trouxe tudo? Talvez falte algo na geladeira. Bem, eu poderia conferir.

24h20

Acabei de fazer mais um lanche noturno. O famoso “assaltar a geladeira”. Já sinto os efeitos desse hábito nocivo. Ganhei 5 quilos nesse tempo de insônia. Como não sinto ânimo nenhum para fazer uma atividade física, o corpo já mostra os primeiros sinais.

Tenho que fazer algo para conseguir acalmar a mente. Talvez assistir à TV ajude um pouco. Será mais uma noite passando de canal em canal. Ou talvez devesse terminar aquele livro que deixei parado há semanas.

03h30

Acabei cochilando no sofá. Bom, pelo menos o corpo encontrou algum descanso. Já é melhor do que ontem, quando nem pude dormir por um pouco de tempo. Mas agora que acordei, o que fazer? Ainda é muito cedo e ninguém está acordado para conversar comigo.

Nem sei qual a causa da insônia que aparece quase todas as noites agora. Talvez eu devesse procurar um médico. Mas já sei o que ele fará. Consigo ver a receita com diversos remédios para dormir que causam vários efeitos colaterais. E se esse for o único jeito?

05h00

Volto para a cama. Apenas para revirar de um lado para outro. Apenas queria um cochilo rápido. Passar mais um dia sem disposição será terrível. Vejo o celular e ninguém está disponível. Mas quem estaria a essa hora?

Não consegui dormir mais depois daquele breve descanso na sala. Bom, já é uma hora razoável para levantar. Tenho que cuidar de muitas coisas e já vou começar cedo. Mas terei que conviver com esse cansaço constante. Lá se vai mais um dia da vida com insônia. Será assim todos os dias agora?

Você não precisa viver com insônia

A falta de sono não precisa ser sua companheira de todas as noites. Você também não precisa recorrer a remédios controlados, que devem ser o último recurso. Com bons hábitos noturnos é possível vencer a insônia.

Busque fazer a higiene do sono. Desligue os eletrônicos quando for tarde, evite café, refrigerante de cola e guaraná em pó durante a noite. Além disso, você também pode ingerir mais alimentos com triptofano.

Para complementar seu tratamento, utilize um suplemento natural a insônia. Ele não é um medicamento que precisa de receita. O Triptopax é uma solução sem aditivos químicos prejudiciais. Ele está ajudando diversas pessoas a vencer a insônia. Você pode acabar com esse mal também.

Não viva com esse transtorno do sono, tenha o repouso que tanto precisa e merece. Assim, suas noites passaram a ser agradáveis e tranquilas.

Ainda está em dúvida? Então leia a resenha Triptopax funciona mesmo? e tire suas dúvidas.

Gostou dos Artigos? Leia esse também  Insônia: o que fazer?

Fique Atualizado!

Boa Noite Insônia

Sobre o autor

Saiba mais!

Comentários

0 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: