Scroll Top

Insônia

Conheça os 3 tipos de insônia

Noites em claro são comuns para 45% da população em todo o mundo. Porém, existe uma diferença entre as classificações da falta de sono. Conheça os 3 tipos de insônia e veja se você apresenta algum deles.

Conheça os 3 tipos de insônia

Noites em claro são comuns para 45% da população em todo o mundo. Porém, existe uma diferença entre as classificações da falta de sono. Conheça os 3 tipos de insônia e veja se você apresenta algum deles.

Existem diversas causas da insônia. As mais comuns são maus hábitos noturnos (como ingerir café depois das 14h), ansiedade, estresse e depressão. Confira os estágios da insônia a partir de sua duração e motivos.  

Tipos de insônia

Existem 3 classificações de insônia. Esse transtorno do sono pode afetar o organismo de maneiras diferentes. Dependendo da duração e frequência das suas noites em claro, é possível saber qual tipo de insônia você apresenta. Confira em detalhes.

1- Insônia Transitória

Entre os tipos de insônia, essa manifestação é a mais leve. Também recebe o nome de insônia inicial. Sua duração é inferior a 4 semanas e ocorre sem uma regularidade. Ou seja, de forma transitória.

Esse quadro, em geral, ocorre devido à ansiedade e estresse por algum acontecimento intenso. Por exemplo: véspera de provas, após discussões, noite anterior a uma entrevista de emprego ou viagem.

Durante a insônia transitória é comum que o sono chegue depois de algumas horas. A pessoa insone passa certo tempo pensando sobre o acontecido, porém consegue começar a dormir depois.

2- Insônia Aguda

Esse tipo de insônia apresenta causas emocionais. Devido ao estresse, ansiedade ou depressão, a pessoa não consegue descansar. Esse caso é mais complicado que a insônia transitória, porque sua duração é maior.

A insônia aguda é mais intensa, sendo prolongada por 4 a 6 semanas. Ela ainda influencia o organismo de forma negativa. Quem sofre com esse tipo também sente efeitos adversos.

Geralmente, ela vem acompanhada por desânimo, baixa energia, problemas de memória, dificuldade em manter a concentração, dores de cabeça e enxaqueca. Todos esses problemas afetam diversas áreas da vida de uma pessoa.

3- Insônia Crônica

A insônia crônica é o estágio mais grave desse distúrbio do sono. Ela também recebe o nome de insônia terminal. O indivíduo chega a esse estágio com frequências prolongadas de problemas para dormir.

O diagnóstico de insônia crônica ocorre depois de 3 meses de dificuldades para descansar. Além disso, ela ocorre por mais de 3 vezes em cada semana. Entretanto, caso apresente insônia por mais de 6 semanas, é aconselhado agendar uma consulta médica.

Nesse tipo de insônia, a pessoa sofre com noites agitadas, demora a conseguir dormir e, normalmente, acorda muito mais cedo do que o horário de costume. Além disso, ela não consegue dormir outra vez.

Qual o tratamento para os tipos de insônia?

Em casos de insônia por dificuldades emocionais, que são os 2 primeiros tipos de insônia, o tratamento é leve. O mais recomendado é experimentar técnicas para acalmar a mente. Alguns exemplos são: exercícios de respiração, práticas de relaxamento, terapias complementares e meditação.

Já para os casos de insônia crônica, é preciso fazer acompanhamento médico. Porém, o tratamento em geral é similar, com técnicas para tranquilizar o cérebro. Além disso, você pode potencializar sua melhora com suplementos naturais contra a insônia, escurecendo e climatizando o ambiente em que dorme, além de praticar a higiene do sono.

Quer saber mais sobre os suplementos naturais contra a insônia? Confira o artigo Suplementos naturais para a insônia funcionam mesmo? e tire todas as suas dúvidas.

Gostou dos Artigos? Leia esse também  O que fazer quando não consigo dormir?

Fique Atualizado!

Boa Noite Insônia

Sobre o autor

Saiba mais!

Comentários

0 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: