Scroll Top

Remédios

Descubra 3 remédios para dormir que não precisam de receita

Muitas vezes devido a uma rotina corrida e as preocupações dos dias, a qualidade do sono acaba sendo a mais prejudicada. Porém, para ajudar nisso conheça 3 remédios para dormir que não precisam de receita. O ideal é fazer uso [...]

Remédios para dormir que não precisam de receita

Muitas vezes devido a uma rotina corrida e as preocupações dos dias, a qualidade do sono acaba sendo a mais prejudicada. Porém, para ajudar nisso conheça 3 remédios para dormir que não precisam de receita.

O ideal é fazer uso de remédios naturais para dormir. Claro, que se mesmo com várias tentativas nada surtiu efeito, então a saída é recorrer aos medicamentos farmacêuticos. Confira 3 tipos que podem ajudar a ter um sono mais leve.

Tipos de insônia

Estatísticas provam que em média 40% da população apresenta distúrbios de sono. Com uma noite em claro, o corpo passa a ter reações desagradáveis e não consegue repor suas energias. A falta de sono pode ocorrer de algumas maneiras:

  • Demora para dormir;
  • Acordar diversas vezes à noite;
  • Acordar cedo e não conseguir retornar ao sono.

Dependendo do nível de insônia é preciso utilizar algum medicamento mais forte. Conheça 3 remédios para dormir que não precisam de receita. Eles são mais fáceis de conseguir nos momentos de dificuldades com o sono.

Remédios para dormir que não precisam de receita

Seja um humor alterado, dores de cabeça ou baixa produtividade, os sintomas da falta de sono são sempre prejudiciais. Quando esse fato passa a ocorrer com frequência, pode ser o caso de buscar um medicamento para ajudar. Confira 3 medicamentos para o sono que não precisam de receita.

1- Valeriana

Essa planta medicinal possui efeitos ansiolíticos, calmantes e anticonvulsivantes. Dessa forma, a partir de sua raiz é produzido um remédio fitoterápico que ajuda a melhorar a qualidade do sono.

Seu efeito é prolongado com o tempo. Por isso é recomendado utilizar o medicamento diariamente por pelo menos duas semanas. Caso haja efeito adverso como agitação, apenas é preciso tomar o medicamento durante o dia. Porém somente 10% dos pacientes apresentaram reação contrária.

2- Dimenidrinato

Pertencente a classe dos anti-histamínicos, é muito utilizado em casos de labirintite e cinetose. Quando está associado ao cloridrato de piridoxina também tem efeito contra a insônia, mas com menos eficiência.

Ele atua prevenindo vertigens, tonturas e náuseas. Como atua no sistema nervoso central, tem como efeito a sonolência e por isso é uma boa indicação de remédio para dormir que não precisa de receita.

3- Anti-histamínicos

Esses medicamentos combatem reações alérgicas e, no processo, acabam diminuindo a atividade neuronal.  Logo, a sonolência é uma das implicações da utilização desses remédios.

É importante destacar que ao fazer usos desse medicamento o recomendado é não dirigir ou operar máquinas perigosas. Nessa classe estão:

  • Difenidramina: antialérgico que trata rinite, conjuntivite e urticária;
  • Clorfenidramina: trata alergias diversas, em especial febre do feno;
  • Hidroxizina: atenua coceiras e vermelhidão na pele;
  • Prometazina: ajuda em reações alérgicas e anafiláticas, além de enjoos.

Vale ressaltar

É fundamental saber que embora existam remédios para dormir que não precisam de receita, eles ainda assim podem causar dependência e efeitos colaterais. Sempre evite a automedicação e procure um especialista em casos mais graves.

Quando possível busque calmantes naturais, assim seu organismo não sofrerá com reações adversas.

Que tal continuar essa conversa nos comentários? Deixe seu depoimento sobre o uso desses medicamentos.

Gostou dos Artigos? Leia esse também  Hormônios ajudam a acabar com a insônia?

Fique Atualizado!

Boa Noite Insônia

Sobre o autor

Saiba mais!

Comentários

0 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: