Scroll Top

Insônia

Entenda melhor a insônia na menopausa

A insônia na menopausa está ligada a alterações hormonais comuns nesta fase. Logo, uma das saídas mais utilizadas é a reposição hormonal sintética ou natural. Assim, é possível vencer a insônia e outros problemas que são resultados desse período como excesso de [...]

Insônia na menopausa

A insônia na menopausa está ligada a alterações hormonais comuns nesta fase. Logo, uma das saídas mais utilizadas é a reposição hormonal sintética ou natural. Assim, é possível vencer a insônia e outros problemas que são resultados desse período como excesso de calor, nervosismo e ansiedade.

Entenda mais sobre a falta de sono na menopausa e formas práticas para conseguir uma boa noite de sono.

 

Causas da insônia na menopausa

A melatonina é o hormônio regulador do sono. Quando tem menos luminosidade essa substância é liberada pela glândula pineal provocando a vontade de dormir.

Porém, a idade é uma das principais causas da diminuição da melatonina no organismo. Uma vez que a menopausa chega junto com a idade feminina é comum que ocorra algum transtorno do sono.

É natural que todas as mulheres passem por insônia na menopausa caso não utilizem alguma ajuda externa. Por isso, um medicamento natural auxilia eliminando esse problema e ainda contribuindo para diminuir o estresse e a ansiedade.

Transições hormonais e insônia na menopausa

A frequência da insônia aumenta na menopausa devida a um desequilíbrio hormonal. Ou seja, há uma queda na produção do estrogênio, que é o hormônio que regula o ciclo de sono da mulher.

Além disso, o excesso de calor e os suores que ocorrem normalmente nessa fase também podem atrapalhar o sono. É importante destacar que ter insônia na menopausa há mais de 3 semanas pode gerar um caso de transtorno do sono crônico.

Dessa forma, fazer uso de tratamentos naturais para insônia e praticar a higiene do sono acaba sendo fundamental para conseguir uma noite melhor.

Higiene do sono

Higiene do sono significa ter bons hábitos na hora de dormir e no período próximo ao horário de descanso. Essas práticas devem ser integradas ao cotidiano para que os incidentes de insônia na menopausa possam acabar. Confira alguns bons costumes antes de ir para a cama:

  • Evitar café, nicotina e chocolate antes de dormir.
  • Se alimentar apenas até 20 horas da noite.
  • Ingerir alimentos leves que apresentem fácil digestão.
  • Evitar exercícios físicos depois das 18 horas. A atividade física depois desse horário acelera o relógio biológico e dificulta o sono.
  • Manter o quarto bem escuro, arejado e confortável.
  • Diminuir a luminosidade perto da hora de dormir.
  • Realizar a atividades agradáveis como ver um programa na televisão, ouvir música ou ler, mas sempre fora do ambiente de dormir.
  • Relaxar em uma poltrona confortável.
  • Caso o sono não venha, apenas deite na a cama quando tiver com sonolência.
  • Beber um chá calmante antes de dormir.
Gostou dos Artigos? Leia esse também  Rosa branca: um grande remédio natural para a insônia

Dica para combater a insônia na menopausa

Uma ótima receita natural para vencer a insônia na menopausa é beber um chá das folhas de maracujá antes de deitar para descansar. Essa bebida possui propriedades tranquilizantes que induzem ao sono. Veja o modo de fazer.

Ingredientes

  • 5 folhas de maracujá
  • 2 xícaras de água fervente

Modo de preparo

Coloque as folhas de maracujá picadas na água fervente. Desligue o fogo e cubra a mistura por 10 minutos. Coe e beba ainda morno.

O ideal é tomar cerca de 2 xícaras desse chá todos os dias para garantir uma melhora da falta de sono na menopausa.

A insônia na menopausa é um fato normal e acaba acontecendo com todas as mulheres uma hora ou outra. Porém, não veja a falta de sono como um fato rotineiro, busque orientação de um especialista e use um bom remédio natural para dormir e auxiliar a ter noites de um sono tranquilo.

Já teve problemas de insônia na menopausa? Comente o que fez para melhorar esses sintomas desagradáveis.

Fique Atualizado!

Boa Noite Insônia

Sobre o autor

Saiba mais!

Comentários

0 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: