Scroll Top

Remédios

Hormônios ajudam a acabar com a insônia?

A serotonina e a melatonina são hormônios que atuam regulando o sono. Uma pessoa que sofre de insônia apresenta problema na produção dessas substâncias. Por isso, muitas vezes é comum procurá-los para ingestão por meio de remédios. Porém, será que [...]

Hormônios ajudam a acabar com a insônia

A serotonina e a melatonina são hormônios que atuam regulando o sono. Uma pessoa que sofre de insônia apresenta problema na produção dessas substâncias. Por isso, muitas vezes é comum procurá-los para ingestão por meio de remédios. Porém, será que os usos artificiais desses hormônios ajudam a acabar com a insônia?

Entenda mais sobre a serotonina e a melatonina e descubra se o uso de medicamentos hormonais realmente vale a pena.

Os hormônios que regulam o sono

A serotonina e a melatonina trabalham para que as fases do sono sejam completas. Durante a noite, o corpo naturalmente produz melatonina. Assim, ele prepara o cérebro para desacelerar e começar o processo de sonolência.

É fundamental que a produção da melanina esteja funcionando corretamente. Ela é produzida pela glândula pineal quando não há luminosidade. Com isso, o organismo aproveita as funções antioxidantes, de estímulo ao sono e de regeneração celular.

A serotonina é responsável por várias funções orgânicas importantes. Podem ser citadas: estabilização do humor, coagulação do sangue, funções sexuais, regulação do apetite e movimentos intestinais.  

Quando esse hormônio está em baixa no organismo causa os fatores responsáveis pela insônia. Entre eles estão: sono durante o dia, irritação, ansiedade e estresse. Todos esses problemas contribuem para uma agitação noturna. Logo, é mais difícil que o sono apareça.

Tomar hormônios ajuda a acabar com a insônia?

Esse é um assunto sério. O consumo artificial de melatonina foi por muito tempo proibido pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A única forma de utilizar as cápsulas do medicamento era comprando no exterior.

Embora hoje ela possa ser adquirida em farmácias de manipulação, isso apenas é possível com prescrição médica. A automedicação e dosagem incorreta podem  causar o efeito oposto ao desejado. Gerando o desequilíbrio hormonal, vigília constante e desânimo.

Além disso, o uso de melatonina ainda vem acompanhado de vários efeitos colaterais. Veja quais são:

  • Ansiedade;
  • Irritabilidade;
  • Insônia;
  • Agitação;
  • Nervosismo;
  • Sonhos anormais;
  • Enxaqueca;
  • Falta de energia;
  • Hipertensão;
  • Tonturas;
  • Sonolência;
  • Boca seca;
  • Dor abdominal;
  • Dispepsia (azia);
  • Ulceração na boca;
  • Comichão;
  • Suores noturnos;
  • Dores nos braços e nas pernas;
  • Pele seca;
  • Aumento de peso;
  • Sonolência excessiva;
  • Sintomas de menopausa;
  • Fraqueza;
  • Baixa acuidade visual;
  • Dor no peito;
  • Erupção cutânea;
  • Alterações nas funções hepáticas;
  • Agravamento da depressão;
  • Fadiga;
  • Arritmia cardíaca;
  • Diarreia;
  • Dor de cabeça
  • Falta de concentração;
  • Aumento da produção de estrogênio, para as mulheres;
  • Favorecimento da osteoporose.

Outro fato importante é que o consumo de melatonina ainda é contraindicado para gestantes, mulheres que amamentam, crianças com idade inferior a 12 anos e pessoas com insônia devido a causas emocionais, como depressão e insônia.

O estímulo artificial de serotonina, por sua vez, é indicado apenas em casos graves de ansiedade ou depressão. Geralmente o médico prescreve um remédio inibidor seletivo da recaptação do hormônio. Os mais comuns são: sertralina, fluoxetina, escitalopram. Eles são medicamentos controlados.

Existe uma forma natural para estimular esses hormônios?

Sendo assim, os hormônios ajudam a acabar com a insônia, mas quando produzidos de maneira natural. O consumo em cápsulas pode trazer mais prejuízos do que vantagens para quem sofre com insônia.

Para estimular a produção natural desses hormônios, o ideal é consumir alimentos ricos em triptofano. Ele está presente, por exemplo, em: oleaginosas, bananas, feijão, peixes e também em suplementos naturais contra a insônia, como o Triptopax.

Os suplementos naturais não possuem efeitos adversos e são regulamentados pela ANVISA. Dessa forma, você pode ingerir essa solução sem medo de causar prejuízos ao organismo.

Quer acabar com a insônia? Faça como milhares de pessoas que experimentaram os suplementos naturais! Conheça Triptopax e não sofra mais com as noites em claro.

Gostou dos Artigos? Leia esse também  Descubra 3 remédios para dormir que não precisam de receita

Fique Atualizado!

Boa Noite Insônia

Sobre o autor

Saiba mais!

Comentários

0 Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: